Estudos IVV - ViniPortugal

Leia aqui estudo sobre o Espumante

FÓRUM ANUAL VINHOS DE PORTUGAL 2015

Consulte a Agenda Vinhos de Portugal 2015

INFORMAÇÃO AO SECTOR IVV / VINIPORTUGAL

Conheça aqui os Resultados!

Promocao Internacional

winesofportugal.com


 Em 2013, a ViniPortugal vai continuar a apostar na transmissão da mensagem que os “Vinhos de Portugal” continuam genuínos e de forte carácter português. Sendo fiéis a um património de mais de 250 castas autóctones, os vinhos portugueses são capazes de proporcionar uma experiencia única, pelo modo como tiram partido da diversidade de terroirs e castas portuguesas, quer pelas técnicas e pessoas que os elaboram. Na sua diversidade são versáteis e gastron&oaoacute;micos. Na sua qualidade rivalizam com os melhores do mundo.

A marca “Wines of Portugal” continuará presente de forma consistente em 4 continentes e 10 mercados estratégicos. Com um investimento anual de 7 milhões de euros serão realizadas mais de 100 acções anuais de promoção dos vinhos portugueses, envolvendo cerca de 350 agentes económicos nacionais. Os EUA e Brasil continuarão a ser uma grande aposta na promoção dos Vinhos Portugueses, com 41% do orçamento alocado a estes dois países. Os eventos para profissionais e consumidores serão a grande componente de promoção arrecadando mais de 50% do orçamento. Educação (21%) e Comunicação (22%) serão duas outras componentes com bastante peso na promoção.

Hoje a reputação internacional dos vinhos Portugueses é inquestionável. As exportações de vinho português demonstram também este dinamismo do sector. Em 2011 as exportações de vinhos tranquilos cresceram 10% em valor. Em 2012 continuam a crescer ao mesmo ritmo.

É reconhecido que há ainda muito a fazer para reforçar a notoriedade e o valor da marca Wines of Portugal, mas os resultados atestam que o sector está no bom caminho e que o futuro é promissor.

PLANO ESTRATÉGICO
Aprovado pela AG da ViniPortugal a 16 Nov 2011



11 mercados estratégicos


7 milhões de investimento para a promoção dos Vinhos de Portugal em 2012 e 2013


+100 acções de marketing desenvolvidas anualmente


25 milhões de euros de volume de vendas até 2014 de objectivo para as exportações portuguesas apenas no mercado Chinês, abrangendo Hong Kong e Macau.


+2 milhões de investimento da ViniPortugal nos EUA (2012)



ACÇÕES




A acção da ViniPortugal nos onze mercados prioritários está focalizada em quatro áreas de acção - eventos, promoção, educação & formação e comunicação:

  • Eventos: Conjunto de acções de alto impacto no mercado, com presença dos agentes económicos e destinadas a mais de 100 convidados.
  • Educação/Formação: Conjunto de acções que visam aumentar o conhecimento sobre os Vinhos de Portugal onde são convidadas no máximo 30 profissionais.
  • Promoção: Conjunto de acções desenvolvidas para desenvolver e acelerar as vendas dos Vinhos de Portugal no mercado. São um conjunto diversificado de incentivos em lojas de vinhos, supermercados e restaurantes que visam estimular a procura dos nossos vinhos.
  • Comunicação: Conjunto de meios que possibilitam a visibilidade e comunicação da marca “Vinhos de Portugal / Wines of Portugal”.

Mercados

USA
Mercado com elevado potencial de oportunidade e crescimento para as exportações da produção nacional. É o alvo do maior investimento da promoção internacional de vinho português, pois é um importante mercado de exportação para vinhos portugueses, onde se espera um crescimento de 40% até 2014. É interessante registar a forma positiva como os vinhos portugueses têm sido acolhidos pela crítica especializada.

Objectivo: Crescer 41% em valor num período de 3 anos
BRASIL
Continua a ser um dos principais mercados para os vinhos portugueses, pois tem vindo a apresentar uma elevada taxa de crescimento das exportações, próxima dos 19%, traduzindo um crescimento de 20 para 24 milhões de 2010 e 2011.

Os vinhos portugueses conseguiram um posicionamento alto no mercado brasileiro e Portugal está no grupo dos cinco fornecedores de vinho do Brasil. Além disso, o vinho português tem um preço médio alto e uma elevada conotação positiva neste mercado. É o segundo mercado de promoção dos vinhos portugueses após os EUA.

Objectivo: Crescer 25% em valor num período de 3 anos
CHINA
Afigura-se como o quinto principal mercado dos vinhos nacionais, fora do espaço europeu, não incluindo os vinhos do Porto e Madeira. A China é um dos alvos prioritários da produção nacional, pois representa 13,7 milhões de euros em valor para as exportações nacionais.

Em 2011 assistiu-se a um aumento de 91,7% no valor das exportações de vinhos nacionais para este mercado. O investimento e o dinamismo dos produtores portugueses no mercado chinês e de Macau influenciaram o crescimento do interesse deste mercado na produção nacional e contribuíram directamente para o aumento exponencial das exportações neste mercado.

Objectivo: Atingir 25 milhões de euros de volume de vendas até 2014, abrangendo Hong Kong e Macau.
CANADÁ
Importa 66,4% dos vinhos consumidos, sendo o Québec, Ontário e a British Columbia os maiores consumidores, representando no seu conjunto mais de 75% do consumo de vinho. Os vinhos portugueses conquistaram uma quota de mercado de 3,43%, posicionando-se Portugal no 8º lugar tanto em volume como em valor.

Em 2011, o Canadá afirmou-se como o 2º melhor mercado em termos de preço médio (3,12 €/litro) e manteve a 7ª posição no ranking de exportação de vinhos portugueses em valor, ocupando a 9º posição em volume e tendo evoluído 9% em valor e em volume.

Objectivo: Crescer 27% em valor num período de 3 anos.
ANGOLA
É o principal mercado para a produção nacional, com os vinhos portugueses a liderarem as vendas de vinho engarrafado. Enquanto destino dos vinhos portugueses tem assinalado um crescimento significativo, com o aumento das vendas em valor a reflectir a aposta nos segmentos premium e super premium. No ano de 2011 foram vendidos mais de 620 mil hectolitros de vinho nacional, no valor de quase 72 milhões de euros.

Objectivo: Crescer 19% em valor num período de 3 anos
REINO UNIDO
Mercado tradicional com extrema importância ao nível de formação de opinião e liderança de tendências seguidas por outros mercados a nível mundial.

Apresenta-se como uma porta para outros países e constitui o segundo mercado de exportação dos vinhos portugueses em valor. De acordo com dados de 2011, registou um aumento das exportações de 4,7% em volume.

Objectivo: Crescer 8% em valor num período de 3 anos
NÓRDICOS
Os países nórdicos (Suécia, Noruega e Finlândia) representam um desafio para os vinhos portugueses, uma vez que se caracterizam pela existência de monopólios no retalho, controlados e administrados pelo Estado, com maiores limitações à promoção e venda de bebidas alcoólicas, nomeadamente vinhos.

Na Súecia os vinhos tranquilos portugueses conseguiram um crescimento de 18% a nível das exportações em 2011. As perspectivas são ainda mais animadoras para 2012, pois só nos 3 primeiros meses deste ano as vendas de vinho branco mais do que duplicaram face ao ano passado. Portugal continua empenhado em continuar a crescer nos mercados Nórdicos e responder à crescente receptividade dos vinhos portugueses.

Objectivo: Crescer 14% num período de 3 anos, no conjunto dos 3 países
ALEMANHA
Alemanha integra o grupo dos cinco mercados que lidera o ranking dos principais países de destino do vinho português no primeiro trimestre de 2012, com um crescimento de 53,8% do preço médio e 31,7% do valor das exportações para este mercado.

Embora seja um mercado considerado maduro, o mercado alemão continua a ser importante em termos de exportação, pois é consumidor de vinho europeu.

Objectivo: Crescer 14% em valor num período de 3 anos