Estudos IVV - ViniPortugal

Leia aqui estudo sobre o Espumante

FÓRUM ANUAL VINHOS DE PORTUGAL 2015

Consulte a Agenda Vinhos de Portugal 2015

INFORMAÇÃO AO SECTOR IVV / VINIPORTUGAL

Conheça aqui os Resultados!

Detalhes Notícia

Fórum Vinhos de Portugal reúne sector para apresentação de agenda de promoção externa e debate de temas marcantes

Press Release ViniPortugal  - Portugal 18-11-2015

O sector do vinho voltará a estar reunido no Fórum Vinhos de Portugal, no Curia Palace Hotel. A edição de 2015 terá lugar no próximo dia 25 de Novembro, a partir das 09h30, onde a par de um balanço da actividade desenvolvida em 2015 e de uma antevisão dos resultados de exportação deste ano se abordarão outros temas com interesse para o sector. O IVV juntamente com a ViniPortugal irão apresentar um estudo sobre os Espumantes em Portugal, seguindo-se uma caracterização do mercado dos EUA, onde se apresentará quer o perfil dos consumidores quer o perfil de alguns vinhos de referência daquele mercado. Da parte da tarde serão debatidos temas cuja relevância e oportunidade para o sector têm vindo a crescer, com destaque para a Investigação e Desenvolvimento e o Enoturismo. Estes temas serão debatidos com a presença de especialistas naquelas matérias, com destaque para:

Ana Catarina Gomes Scientif Director do Genomatic Unit do Biocant, e o Prof. Tim Hogg da Escola Superior de Biotecnologia da Católica e o Eng. João Marinho Falcão, Administrador da VINITUR. Na edição deste ano pretende-se um maior envolvimento dos participantes através de debates.

O Fórum 2015 terminará com a apresentação dos principais eventos de promoção para o próximo ano seguido da distribuição pelos presentes da Agenda Comum para 2016, que conterá todas as acções de promoção da responsabilidade das Entidades Certificadoras Regionais e da ViniPortugal.

Jorge Monteiro, presidente da ViniPortugal, destaca que “O Fórum, sendo o lugar de apresentação do Plano de Promoção Comum para 2016 é também, e sobretudo, um lugar de debate de temas de relevância crescente para este sector, que sendo maduro, bem organizado, e que sabe bem o que quer e para onde ir, possui ainda áreas de intervenção onde ainda é possível e desejável progredir.

A edição deste ano voltará a cumprir esta função, demonstrando que a fileira está reforçadamente mais unida e estrategicamente mais bem posicionada para enfrentar os desafios e as oportunidades dos principais mercados.”