Estudos IVV - ViniPortugal

Leia aqui estudo sobre o Espumante

FÓRUM ANUAL VINHOS DE PORTUGAL 2016

Consulte a Agenda Vinhos de Portugal 2016

INFORMAÇÃO AO SECTOR IVV / VINIPORTUGAL

Conheça aqui os Resultados!

Detalhes Notícia

Wine Enthusiast de Dezembro enaltece os vinhos portugueses e a Casta Touriga Nacional

Press Release ViniPortugal  - Estados Unidos América 04-12-2015

A Touriga Nacional é realçada como a “Casta pedigree de Portugal” na reportagem de Roger Voss ao longo de quatro páginas da edição de Dezembro da Wine Enthusiast. O artigo foca o destaque da casta autóctone em Portugal e o relevo que está a ter nos EUA, Austrália, Nova Zelândia e França. O cronista da conceituada revista norte-americana recomenda vários vinhos com Touriga Nacional, nomeadamente o Quinta do Vale Meão 2012 Tinto, Quinta da Romaneira 2010 Reserva, Fontes da Cunha 2012 Munda Touriga Nacional, Herdade do Esporão 2011 TN Touriga Nacional, Herdade dos Grous 2011 Reserva, Aveleda 2011 Follies Fonte Nossa Senhora da Vandoma Touriga Nacional – Cabernet Sauvignon, Dão Sul 2010 Cabriz Touriga Nacional, Magnum Vinhos 2012 Ribeiro Santo Reserva, Ramos Pinto 2012 Duas Quintas Reserva, DFJ Vinhos 2012 Grand’Arte Touriga Nacional.
 

 

Os vinhos portugueses estão ainda evidenciados na prestigiada lista "Top 100 Cellar Selections" 2015 da Wine Enthusiast, selecionada pelos editores da revista. Quinta do Vale Meão 2012 Vinho Tinto é destacado na 4º posição da lista, a par com outros vinhos portugueses, designadamente Prats & Symington LDA 2012 Chryseia (em 27º lugar), Herdade do São Miguel 2011 Private Collection (41º), Luis Duarte 2012 Rubrica (52º) e Herdade do Esporão 2010 Quinta dos Murças Reservas ( 57º), Wine & Soul 2012 Pintas Red Wine (68º), Quinta da Foz 2011 Grande Reserva (77º). No total são sete os vinhos portugueses incluídos na lista da Wine Enthusiast, que possui uma circulação de 182.609 exemplares.
 

 

A capacidade de envelhecimento dos vinhos portugueses é destacada nesta lista que concentra os 100 melhores do mundo nesta categoria, considerados valiosos para as adegas dos amantes de vinho mais pacientes. "Top 100 Cellar Selections" agrupa os vinhos mais caros, na sua maioria vinhos tintos com grande potencial de envelhecimento, com uma media de classificação muito elevada (95.31 pontos) e um preço médio superior a 100 dólares.
 

 

Nuno Vale, director de marketing da ViniPortugal, afirma “A presença dos vinhos portugueses no "Top 100 Cellar Selections" reflecte o desenvolvimento muito positivo das exportações portuguesas para o mercado norte-americano. As exportações para os EUA cresceram 20.1% em valor nos primeiros nove meses do ano (jan-set 2015 vs Jan-set 2014), uma percentagem que aumenta para 30.3% se forem destacados os vinhos tranquilos. Os EUA são o nosso 3º destino de exportações após França e Angola, 2º para os vinhos tranquilos e 1º para os vinhos com denominação de origem.”